Namoro no Brasil

DESESPERADAMENTE À PROCURA DE NAMORO

Diferenças

Levantamentos mostram que as mulheres continuam subindo ao altar, e muito. Fazem isso sem os medos do passado e, em geral, se casam de novo — e de novo se preciso for. Entre os casamentos que acontecem hoje no Brasil, a maioria ainda é o de estreia, o primeiro de ambos os noivos. Por isso, quanto mais cedo se arrumasse um marido, mais tranquilos ficavam os pais. Nesse ponto, nem tudo mudou tanto assim, conforme comprova a história da analista de mídias sociais Fernanda Poli, 31 anos. No entanto, hoje ela comemora a iniciativa. É o que lembra a executiva de recursos humanos Glaucy Bossi, 39 anos, que pediu o divórcio após sete anos de casamento e dois filhos — e, depois de três anos de solteirice, recasou com um colega de trabalho, com quem teve uma filha.

Mulheres divorciadas 288304

Recomendado para você

É preciso muita coragem para enfrentar os próprios preconceitos, medos e insegurança. Qual foi o caminho dos casais que você entrevistou para isso? No início, elas mais do que eles tinham muito medo e preconceitos. Por quê? Inverter esta lógica é questionar a própria lógica reproduzida pela maior peça das mulheres. O que incomoda muito! No início, elas têm muita dúvida, muita insegurança e muito medo. Elas sofrem muito, principalmente no início.

21 replies on “Homens mais novos mulheres mais velhas: uma feliz combinação”

Eles ansiosos por as encontrar. Mais uma vez, em comum: a carência afectiva e a procura de se sentirem aceites, valorizados, desejados e amados. Ou encontram e logo se desencontram. Meses ou anos mais tarde divorciam-se. A perguntar-se como é possível isto acontecer? Mas é esta a realidade. Talvez seja o caminho para encontrar e viver o amor que tanto quer. E quanto aos homens? Elas sentem total indiferença da parte deles quando eles se recusam a falar sobre o amor e se afastam.